14 de mar de 2011

CTB Minas lamenta morte de sindicalista em acidente da rodovia MG 30

A CTB Minas lamenta a morte da companheira Elisângela da Cruz Silva (37), diretora eleita para o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Nova Lima (Sindeserp), na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A sindicalista tomaria posse no dia 30 de abril. Elisângela e o marido morreram num acidente de trânsito na MG 30, na madrugada de domingo, dia 13 de março. Em férias, eles seguiam num Uno para o Aeroporto Tancredo Neves, em Confins, quando foram  atingidos por uma Hilux, que teria invadido a contramão.

“Estamos revoltados, e tememos a impunidade”, destaca a diretora do Sindiserp e Secretária da Mulher da CTB Minas, Michelle Faria. As informações são de que o responsável pelo acidente dirigia alcoolizado. Ele fugiu sem prestar socorro, mas foi preso 12 horas depois. O marido de Elisângela chegou a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos. Uma terceira vítima, também da família, está hospitalizada no Hospital Pronto Socorro João XXII, em Belo Horizonte.

Segundo os amigos, Elisângela costumava fazer trabalhados voluntários e era bastante ativa na base do Sindiserp, mesmo antes de ser eleita. Ela também iniciava seus trabalhos como integrante do Conselho Municipal de Saúde. O enterro aconteceu hoje, no Cemitério do Rosário, em Nova Lima.


Redação: Verônica Pimenta/Jornalista CTB Minas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário