9 de jun de 2011

Nota da CTB Minas em apoio aos servidores do estado de Minas Gerais


A CTB Minas e sindicatos filiados avaliam como legítima a greve dos servidores de Minas Gerais e apóiam a sua luta. Somos publicamente contra a postura arbitrária do governo do Estado, que se nega a negociar com os trabalhadores, bem como a cumprir o dispositivo legal que garante o piso nacional da educação.

Entendemos que o subsídio pago pelo governo de Minas, formado pela junção dos famosos “penduricalhos”, não é piso salarial. A tentativa do Governo de convencer a população do contrário só reafirma que a política do “choque de gestão”, liderada pelos tucanos, é extremamente prejudicial ao povo e aos trabalhadores.



Parabéns aos servidores pela belíssima e combativa manifestação realizada em Belo Horizonte na quarta-feira, 08 de junho. Foi uma mobilização de massa, que a nossa imprensa conservadora não pôde ignorar.

A CTB Minas ainda apela aos Ministérios Públicos Federal e Estadual, além do Ministério Público do Trabalho, para que atuem em favor do cumprimento da Lei Federal 11.738, que estabelece o piso do professor. Não compreendemos o motivo desse silêncio até o momento.

Também conclamamos o governador Antonio Augusto Anastasia a reabrir o processo de negociação sob critérios justos e democráticos. A estratégia de implementar os reajustes em 5 anos configuram verdadeiro arrocho, já que os servidores não têm garantia de que os valores serão corrigidos.


Belo Horizonte, 09 de junho de 2011.

Diretoria da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil, Seção Minas Gerais.



Nenhum comentário:

Postar um comentário