1 de jun de 2012

Em greve há 18 dias, servidores de escolas de Ibirité fazem assembleia nesta sexta-feira, 1º/6


Em greve há 18 dias, servidores administrativos de escolas municipais de Ibirité realizam nesta sexta-feira, 1º, às 14h, uma assembleia em frente à prefeitura municipal.
No mesmo horário, está agendada uma reunião entre sindicalistas e o governo municipal, no Ministério Público do Trabalho, a pedido do Sind-UTE local para tentar mediar o conflito. A assembleia aguardará o resultado da reunião para definir os rumos do movimento.
A categoria reivindica a redução da jornada de trabalho para 30 horas semanais e reajuste salarial de 22% para serventes, cantineiras, secretários escolares e auxiliares de secretaria, biblioteca e administrativos.
Os trabalhadores em greve também exigem o retorno das negociações e o fim das perseguições. “Há denúncias de demissões, ameaças de corte do ponto e contratações de substitutos, expedientes proibidos por lei. O Ministério Público já foi informado e deve se posicionar na reunião de hoje. Esperamos, sinceramente, que o bom senso prevaleça e que cheguemos a um acordo”, diz Rafael Calado, diretor da subsede do Sind-UTE.

Nenhum comentário:

Postar um comentário