4 de set de 2012

8º Congresso da Contee elege chapa da CTB e aprova desfiliação da CUT


Professores e professoras de todas as regiões do país participaram, nos últimos dias 31, 1º e 2, do 8º Congresso da Confederação Nacional dos Trabalhadores em Estabelecimentos de Ensino (Contee), em São Paulo, que elegeu a nova diretoria da entidade e aprovou a desfiliação da Central Única dos Trabalhadores (CUT).
Após os três dias de debates, os 671 delegados e delegadas presentes, de 78 entidades e federações filiadas, elegeram a Chapa 3, da CTB, encabeçada pela a professora Madalena Guasco Peixoto e aprovaram as diretrizes que nortearão a entidade na próxima gestão (2012-2016).
Três chapas concorreram ao pleito: a chapa 1 (CUT), encabeçada por Cassio Bessa, recebeu 160 votos; a chapa 2, liderada por Fabio Zambon, obteve 192 votos; e a chapa 3, chamada “Ação Classista”, que reelegeu Madalena Guasco Peixoto, consagrou-se vitoriosa com 304 votos.
Importantes deliberações foram aprovadas durante a atividade. Resoluções a respeito da conjuntura nacional e internacional apontaram as posições políticas e a forma de enfretamento à crise econômica mundial e seus efeitos na luta da classe trabalhadora.
A pauta educacional também definiu as prioridades da luta da Confederação na defesa da educação pública, democrática, de qualidade socialmente referenciada, e da regulamentação do setor privado de ensino.
Entre as principais decisões do 8º Conatee destacam-se, ainda, as alterações estatutárias que mudaram a composição da diretoria executiva e o tempo de gestão da próxima direção, passando para quatro anos. Além disso, a plenária da atividade decidiu pela desfiliação da CUT.
“Foi um congresso democrático e representativo, pois adotou resoluções no sentido de fortalecer a Contee, aprofundando a unidade da categoria”, afirmou o vice-presidente da CTB, Nivaldo Santana, que acompanhou todo o processo ao lado dos dirigentes cetebistas, entre eles, Gilson Reis (presidente  licenciado da CTB-MG) e Celina Âreas (secretária de Formação Sindical).
Para Nivaldo Santana, o congresso representou uma vitória para os trabalhadores do setor. “Como corrente majoritária, a CTB se mantém a frente da entidade e aprovou a desfiliação a CUT para permitir uma convivência unitária de todos segmentos que compõem a confederação. Foi uma vitória”.
A posse da diretoria eleita no 8º Conatee foi realizada após a divulgação do resultado.
Fonte: Portal CTB. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário