29 de jun de 2013

Debates e discussões temáticas marcam o segundo dia do 2º Encontro da Juventude da CTB

O segundo dia do 2º Encontro da Juventude da CTB, que está sendo realizado em Belo Horizonte, no Centro de Formação da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg), desde a última sexta-feira (28), foi marcado por uma série de debates e discussões temáticas por grupos.
Neste sábado (29), a plenária debateu os temas: “Um passo adiante na organização da Juventude da CTB”, “Educação, trabalho e formação profissional: por uma agenda de jovens trabalhadores(as) e estudantes” e “Impulsionar o protagonismo da juventude rural da CTB na luta pela sucessão e o desenvolvimento rural”.
Os grupos de trabalho discutiram assuntos como “A juventude trabalhadora e o empoderamento das mulheres na luta sindical”, “Estágio e ingresso no mundo do Trabalho”, “Juventude da CTB e participação no ESNA, FSM e CCSCS”, “Jovens trabalhadores(as) e políticas públicas de juventude”, “Trabalho decente, precarização e terceirização”, “A juventude adoecida no trabalho e a organização sindical”, “Estratégia da ampliação da filiação sindical e do envolvimento da juventude nos Sindicatos” e “Inovar na comunicação com a Juventude Trabalhadora”.
Organização por ramos
“Neste segundo dia do encontro, tivemos marcas importantes, como o diálogo com a direção da CTB para pensar como a juventude vai se posicionar e contribuir com o trabalho da Central no próximo período; o debate com vistas a um maior apoio da CTB para reunir o Coletivo Nacional de Juventude, para ajudar a estruturação da Frente; e a discussão dos ramos, de como organizar na CTB categorias com grande presença juvenil”, enumerou o secretário nacional de Juventude da CTB, Paulo Vinícius.
Segundo ele, a sugestão é de mesclar a organização dos Estados com a organização de alguns ramos. “Vamos tentar cobrir as CTBs estaduais e também ramos fundamentais, dar atenção para os comerciários, bancários, metalúrgicos, rurais, para educação, como categorias que precisam de um maior cuidado, com estruturas mais fortes no trabalho de juventude”, explicou.
Nos debates temáticos, foram discutidas formas de como melhorar a comunicação com os sindicatos, de fazer uma política ampliar o empoderamento das mulheres, de como lutar contra a terceirização, a precarização e o adoecimento da juventude no mercado de trabalho. “Foi um dia de grandes reflexões sobre o futuro da juventude da CTB no próximo período, muito rico pela contribuição dos delegados, que pautarão a carta final do encontro”, disse Paulo Vinícius.
Efervescência de idéias
Presente no encontro, o diretor nacional da CTB Adilson Araújo se disse entusiasmado com a qualidade dos debates e intervenções. “Este encontro se revela como um momento de grandeza política da Central. O que vemos aqui é que a CTB, com apenas cinco anos de existência, tem buscado dar consequência àquilo se propôs na sua fundação, em 2007”, falou.
Na opinião do dirigente, estamos diante de um processo de efervescência de ideias, da qual o desejo maior é ganhar mentes e corações para a proposta de valorização da juventude. “A realização deste 2º Encontro vem na perspectiva de afirmar este posicionamento, de buscar repercutir na construção dos sindicatos essa ideia da importância e da necessidade de trazer o novo, de permitir espaços de poder para que o jovem possa se sentir participante da construção do projeto da central”, afirmou Adilson.
Para ele, as ideias que têm surgido durante o encontro vão contribuir muito para o enriquecimento do Congresso da CTB, que será realizado nos dias 22, 23 e 24 de agosto, em São Paulo.

“Neste encontro, por exemplo, pude ver o desejo de se apostar no projeto da construção da Escola Nacional da CTB, para ajudar na preparação e na qualificação da nossa militância, para que possa ter uma intervenção mais qualificada frente à luta política e ideológica. Também gostei da ideia de promovermos o Festival da Juventude Trabalhadora, voltado a um processo lúdico de desenvolvimento da cultura e da arte. Penso que vai ser muito bom que a CTB nacional possa consagrar um espaço oportuno e, sobretudo, de maior amplitude para o trabalho sindical entre a juventude”.
O encontro será encerrado neste domingo (30), com a apresentação do documento final e eleição do Coletivo Nacional da Juventude da CTB.
Confira a cobertura fotográfica do encontro do Facebook da CTB Minas.

Fonte: CTB Minas. Texto e fotos: Eliezer Dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário