10 de jul de 2013

Centrais entregam pauta de reivindicações ao presidente do Senado

Representantes da CTB e das demais centrais sindicais se reuniram nesta terça-feira (9) com o presidente do Senado, Renan Calheiros, em Brasília, com o objetivo de expor algumas de suas reivindicações e dialogar no sentido de agilizar o trâmite dessa pauta junto aos parlamentares.
Segundo o presidente da CTB, Wagner Gomes, as centrais defenderam a necessidade de se derrubar quatro vetos específicos da presidência da República referentes ao fim do fator previdenciário; à valorização das aposentadorias acima do salário mínimo; aos recursos mínimos para a Saúde; e à aprovação da chamada Emenda 3, que obriga o trabalhador a constituir empresa e se transformar em prestador de serviço para manter o recebimento de salário.
Nesta quarta-feira, o presidente do Senado se reuniria com as lideranças partidárias da Casa para debater esses e outros vetos presidenciais. Na semana passada, Renan cancelou a validade de 1.478 vetos presidenciais de um total de 3.172 que estão pendentes para votação no Legislativo.
“A reunião com o presidente do Senado foi positiva, pois deixamos clara a nossa insatisfação em relação a alguns temas, pois nossa dificuldade também está na tramitação no Congresso e no Senado”, afirmou Wagner Gomes, destacando também que as centrais obtiveram uma importante vitória a respeito do PL da Terceirização.
“Temos agora a garantia que o projeto não irá à votação até o final de agosto. Nesse período ainda teremos outras quatro reuniões para aprofundarmos o tema”, completou.
Para o secretário de Política Sindical e Relações Institucionais da CTB, Joílson Cardoso, a discussão com o presidente do Senado precisa ir além dos quatro vetos. “Temos que aprofundar nossa pauta, pois temos temas importantes como a PEC do Trabalho Escravo que estão travadas”, afirmou.
Nesse sentido, o dirigente espera que os líderes partidários saibam ouvir a voz da classe trabalhadora. “O desenvolvimento do país só terá sentido se houver distribuição de renda e justiça social. Esperamos que os parlamentares sejam sensíveis à pauta que estará nas ruas nesta quinta-feira em todo o país”, disse.
Fonte: Portal CTB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário