28 de jan de 2014

Conae 2014: CTB lamenta adiamento que prejudica a educação

conae2014-ctb-adiamento
Segundo Marilene Betros, dirigente da CTB, a central “foi pega de surpresa com a nota do Fórum Nacional de Educação (FNE) sobre o adiamento da Conferência Nacional de Educação (Conae) 2014”. Justamente, porque “os educadores do Brasil inteiro se prepararam em inúmeras conferências municipais e estaduais e esse trabalho todo desenvolvido desde 2010, não culminaria agora com um amplo debate de todas as questões sobre educação para a criação de políticas públicas realistas que valorizem essa área estratégica para o desenvolvimento brasileiro”, acentua Marilene.
Mesmo reconhecendo o prejuízo para o Plano Nacional de Educação (PNE), em tramitação no Congresso há cerca de 4 anos, o FNE adiou para novembro depois da eleição de outubro a Conae 2014. Mas “sem apresentar justificativas plausíveis”, reclama a dirigente.
Para ela, “a Conae se constitui num espaço democrático para a sociedade civil organizada debater e dar sua contribuição para melhorar a educação, clamor de todos, no país”. De acordo com ela, a Conae de 2010 foi fundamental para a formulação do PNE e neste ano “a expectativa é grande de que finalmente o PNE seja aprovado no Congresso e sancionado pela presidenta Dilma, não se pode mais esperar para que isso ocorra, mas não aceitamos as alterações a favor da educação privada feitas no Senado”, reforça.
Ainda mais neste ano em que tem Copa do Mundo no meio do ano e eleição para diversos cargos eletivos, inclusive para a Presidência da República, pondera a sindicalista. “O governo teve 4 anos para preparar a Conae e em 2013 ficamos o ano todo preparando e mesmo entendendo a magnitude de uma conferência como essa, a CTB lamente essa atitude sem consultar a sociedade civil envolvida no processo de organização da conferência”, reclama Marilene.
marilene
Marcos Aurélio Ruy – Portal CTB

Nenhum comentário:

Postar um comentário