29 de ago de 2014

CTB Minas promove plenária sobre eleições 2014




Com objetivo de debater os projetos políticos apresentados neste período eleitoral e o posicionamento da classe trabalhadora, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil em Minas Gerais (CTB-Minas) organizou a Plenária sobre as eleições 2014. A atividade aconteceu nesta quinta-feira (28/08) no Palace Hotel, centro da capital mineira. Estiveram presentes a deputada federal Jô Moraes (PCdoB), representantes dos movimentos sociais, sindicalistas e trabalhadores em geral.

 A CTB-Minas reafirmou seu apoio ao governo Dilma e sua reeleição para que o Brasil continue com desenvolvimento e ações sociais fundamentais para os trabalhadores. Para o presidente da CTB-Minas, Marcelino Rocha, a atividade tem o objetivo de debater pontos importantes que estão colocados neste momento no país e no Estado. “Existe uma blindagem da mídia aqui no estado de Minas, imposto pela política do PSDB, para que a sociedade não conheça os graves problemas que o estado enfrenta como a criminalização dos movimentos sociais, a ausência do piso regional salarial, a conta de energia elétrica que é a mais cara do país e como os servidores públicos são desvalorizados”.

A deputada Jô Moraes destacou  pontos relevantes do governo federal como por exemplo o aporte dado à educação com a criação várias universidades , o Pronatec, Prouni  e o Fies que favorecem o acesso dos mais carentes às universidades.

Jô avaliou como muito positiva a atitude da CTB de promover esse debate e o gesto daqueles que ali estiveram só faz aumentar as convicções. A deputada concluiu sua fala afirmando que “não são os governos que fazem as mudanças é luta do povo”.


Plebiscito Constituinte

A primeira semana de setembro tem um importante embate nacional: o plebiscito popular por uma constituinte exclusiva soberana do sistema político. Durante a próxima semana (de 01 a 7 de setembro) acontece a votação em todo o Brasil. A CTB-Minas pede o engajamento decisivo dos sindicatos cetebistas na coleta dos votos. A adesão ao processo é simples e qualquer pessoa ou entidade pode organizar um local de votação com uma urna, basta fazer o registro na coordenação do plebiscito.

Em Minas Gerais, a meta é obter 1 milhão de votos, de um total de 10 milhões em todo o Brasil. O Plebiscito terá a seguinte pergunta: Você é a favor de uma Constituinte Exclusiva e Soberana do Sistema Político?   


Além das urnas, o Plebiscito Popular também irá receber votos pela internet, através do endereço http://www.plebiscitoconstituinte.org.br/













Fotos: Eliezzer Dias

Nenhum comentário:

Postar um comentário