29 de ago de 2014

Salário mínimo sobe a R$ 788,06 em 2015

Salário-Mínimo
A partir de 1º de janeiro de 2015, o salário mínimo deve ser de R$ 788,06, segundo o Projeto de Lei Orçamentária Anual (Ploa) 2015. Um reajuste de 8,8%, já que o atual é de R$ 720,00. O anúncio foi feito nesta quinta, 28, pela ministra do Planejamento, Miriam Belchior, depois de entregar a proposta ao presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL). A ministra antecipou que o texto prioriza investimentos em saúde, educação combate à pobreza e infraestrutura.
 Pela Constituição, o prazo de entrega do projeto pelo Executivo termina no dia 31 de agosto. Mas, o governo se adiantou diante da expectativa da votação da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), que define as metas e prioridades da administração pública federal, só na semana que vem. 
O Orçamento Geral da União (OGU) é formado pelo orçamento fiscal, da seguridade e pelo orçamento de investimento das empresas estatais federais. A Constituição determina que a proposta seja votada e aprovada até o dia 22 de dezembro.
No projeto de lei, também consta a estimativa para a inflação, medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), de 5%, no próximo ano.
A projeção para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB), soma de todos os bens e serviços produzidos no país, ficou em 3% (R$ 5,756 trilhões).
Entretanto, mesmo o salário mínimo subindo mais que a inflação, segundo o Dieese o salário necessário seria de R$ 2.915,07. O cálculo considera a satisfação das necessidades de alimentação, transporte, saúde e outras do assalariado e família de quatro membros.

Nenhum comentário:

Postar um comentário