29 de jan de 2015

Movimento Sindical se une em BH no Dia Nacional de Lutas



Para manifestar contra as Medidas Provisórias 664 e 665 que prejudicam os direitos dos trabalhadores, as Centrais Sindicais e movimentos sociais realizaram atos simultâneos em diversas cidades brasileiras nesta quarta-feira (28). Em Belo Horizonte, a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), em conjunto com a CUT, UGT, Força Sindical, CSP-Conlutas e Nova Central realizaram o protesto na Praça Sete, centro da capital mineira. O Dia Nacional de Lutas em Defesa do Emprego e de Direitos foi marcado por manifestações conjuntas do movimento sindical em todas as capitais e em São Paulo contou com a presença de 5 mil pessoas.

dia mobilizacao5
Em São Paulo, mais de 5 mil pessoas fizeram passeata contra os cortes aos direitos trabalhistas

Sancionadas no dia 29 de dezembro, as medidas prejudicam os trabalhadores e alteram as regras para pensões, concessão de seguro-desemprego, abono salarial (PIS-Pasep), seguro-defeso, auxílio-reclusão e auxílio doenças. As MPs, ainda, estabelecem a terceirização da perícia médica para as empresas privadas.


Movimento Sindical mineiro também deu seu recado no centro da capital


O presidente da CTB-Minas, Marcelino da Rocha, afirmou que as Centrais Sindicais buscam o desenvolvimento com valorização do trabalho. Marcelino também lembrou a importância da organização dos movimentos sindicais para preparar o grande ato do dia 26 de fevereiro, quando ocorre em São Paulo a 9a Marcha da Classe Trabalhadora.
















Veja nota unificada das Centrais que foi distribuída à população belo-horizontina


Nenhum comentário:

Postar um comentário