19 de abr de 2016

Federação Sindical Mundial América condena golpe de Estado parlamentar no Brasil



A Federação Sindical Mundial (FSM) região América Latina e Caribe sediada na capital cubana Havana divulgou uma nota, na última segunda-feira (18), em apoio à legitimidade do governo da presidenta Dilma Rousseff e em rechaço às tentativas golpistas contra a democracia brasileira.
De acordo com o domumento "Este golpe de novo tipo conspira contra o importante impulso dos governos de Lula e Dilma em um Brasil defensor das causas justas no plano internacional e inspirador da unidade e a integração latino-americana e caribenha".
Leia abaixo íntegra do comunicado: 
A ameaça perpetrada por setores da direita representantes da oligarquia brasileira, em confabulação com a imprensa reacionária e com o aberto apoio das transnacionais da comunicação e pelo imperialismo, quer levar a cabo o primeiro passo do golpe de estado parlamentar contra o governo democraticamente eleito do Brasil liderado por Dilma Rousseff. Acusações sem provas nem fundamentos jurídicos quebram a democracia brasileira. 

Atacam assim importantes programas sociais de sensível impacto na população mais pobre e em contraste implantam um governo neoliberal que acaba com as conquistas sociais alcançadas e que possibilite o roubo das riquezas naturais do povo brasileiro por parte das grandes empresas transnacionais subordinando sua política exterior aos interesses hegemônicos imperialistas. 

Este golpe de novo tipo conspira contra o importante impulso dos governos de Lula e Dilma em um Brasil defensor das causas justas no plano internacional e inspirador da unidade e a integração latino-americana e caribenha. Forma parte da contraofensiva reacionária contra os processos progressistas da região e dirigido contra os Brics, poderoso conjunto desafiante da hegemonia estadunidense. 

Em momentos nos quais está em marcha um golpe de estado parlamentar no Brasil, a Federação Sindical Mundial em “Nossa América” reitera seu apoio ao movimento sindical de luta brasileiro e sua solidariedade irrestrita com o povo e o legitimo governo deste país irmão liderado pela presidenta Dilma Rousseff. 

Federação Sindical Mundial região América Latina e Caribe
Havana, 18 de abril de 2016  

Portal CTB - Foto: Láldert Castelo Branco

Nenhum comentário:

Postar um comentário