15 de set de 2016

Trabalhadores(as) marcam mais protestos para o dia 22: Em BH, centrais sindicais convocam para Praça Sete às 14 horas






Todas as medidas apresentada pelo presidente não-eleito Michel Temer penalizam os(as) trabalhadores(as) brasileiros.Com o desmonte dos serviços públicos que são anunciados pelo governo ilegítimo, fica cada vez mais evidente que o golpe é contra a classe trabalhadora. No início do mês, o não-governo  de Temer deixou escapar que um dos pontos da reforma trabalhista que pretende apresentar é aumentar a jornada de trabalho para 12 horas diárias. A ideia é fazer o trabalhador(a) pagar a conta da crise e garantir o lucro dos patrões. O pacote de maldades contra a  classe trabalhadora não para nisso e virá com toda força após as eleições municipais.   

Não existe alternativa para a classe trabalhadora do Brasil ao não ser ir às ruas e reverter esse retrocesso incalculável desse governo que não foi eleito pelo povo. É neste sentido que em uma atitude histórica, as centrais sindicais do país se unificaram para gritar em uma só voz: Fora Temer! Nenhum direito a menos!

22 DE SETEMBRO - PRAÇA SETE - 14 HORAS


Nenhum comentário:

Postar um comentário