15 de mar de 2011

Trabalhadores denunciam demissões em massa na multinacional Jabil


O Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas denuncia a política de rotatividade e demissão em massa realizada pela multinacional Jabil. A unidade da fornecedora de eletroeletrônicos norte-americana está instalada em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, desde janeiro de 2007. Segundo Andréia Diniz, Secretária Geral eleita do Sindicato dos Metalúrgicos, a Jabil já demitiu quase 1.600 trabalhadores desde a sua chegada. Apenas na primeira semana deste mês, foram 200 dispensados.
Andréia Diniz

As mulheres seriam a maioria entre os afetados. Para reduzir os danos aos demitidos nessa última leva, o Sindicato dos Metalúrgicos tentou negociar com a Jabil, visando estender o plano de saúde e mais um mês de salário aos demitidos. Mas “a empresa é taxativa, não topa nem discutir”, conforme afirma Andréia Diniz. Na próxima sexta-feira (13/03) o Sindicato dos Metalúrgicos realiza um ato de repúdio ao modelo de gestão da Jabil. O protesto acontecerá na porta da fábrica (BR 381, s/n, km 433, bairro Jardim Piemonte), e deve começar ás 13h30.

Redação: Verônica Pimenta/Jornalista CTB Minas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário