21 de jun de 2011

Servidores Municipais de Veríssimo denunciam cortes de benefícios



Os trabalhadores do serviço público municipal de Veríssimo, no Triângulo Mineiro, organizam um calendário de paralisações a partir da próxima semana. A assembleia da categoria está marcada para a segunda-feira (27/06), às 17h, na Câmara Municipal.

O motivo da insatisfação seriam os recentes cortes de gratificações e benefícios salariais. Um grupo de 22 auxiliares e assistentes administrativos - que recebem um salário mínimo - teriam perdido 2/3 dos vencimentos. Segundo o presidente do Sindicato dos Servidores Municipais, Alessandro Teixeira da Silva, recentemente também foi cortado o café oferecido diariamente aos 35 funcionários do Departamento de Obras Públicas.

Na avaliação do Sindicato, as reduções seriam ilegais. O Departamento Jurídico tem como base a Lei Municipal 118/1990, que garantiria a incorporação dos benefícios. A representação dos trabalhadores afirma que, há dois meses, vem solicitando explicações formais sobre as atitudes da prefeitura, mas não obteve resposta formal do prefeito Luiz Carlos da Silva (PV).

Veríssimo tem aproximadamente 250 servidores. No Município moram cerca de 5 mil habitantes. O Sindicato garante que, em caso de aprovação da paralisação na próxima segunda-feira, a Lei de Greve será respeitada, com manutenção de funcionamento mínimo em setores como saúde e educação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário