19 de ago de 2011

Marcha das Margaridas repercute nas principais mídias comerciais e sociais do País


Fonte: Assessoria de Imprensa da Marcha das Margaridas 2011


A repercussão da Marcha das Margaridas foi intensa na imprensa e nos sites de movimentos sociais nos últimos dias 16 e 17. As notícias transmitidas pelos veículos de comunicação sobre a Marcha ecoaram em todas as regiões do Brasil, divulgando aquela que foi denominada como a maior mobilização de mulheres da América Latina.


Veículos comerciais como a Rede Globo (Jornal Nacional, Globo Nordeste, Globo Amazonas, Globo RS, Bom Dia DF, Bom Dia Brasil, Globo News, Globo Notícias, Globo Rural e Portal da Globo – G1), Jornal Floripa, Agência Brasil, Alagoas 24h, Portal Minas Livre, Portal Terra, Folha de São Paulo, CBN, Folha.com, Pernambuco.com, TV Brasil, Correio Braziliense, Jornal de Brasília, Portal da Record (R7), Diário do Pará, Jornal do Brasil, Jornal de Brasília, Revista Exame, Revista Veja, O Estado de São Paulo, Portal NE 10 (Sistema Jornal do Comércio/NE), Portal do Luis Nassif, Portal UOL, SBT, Folha de São Paulo, Revista Isto É Dinheiro e Carta Capital. Além das agências internacionais de notícias como a France Press e Reuters.

As mídias alternativas somaram-se e também repercutiram a Marcha, a exemplo da Revista Africanas, Prensa Latina, Mundo Sindical, rede Brasil Atual, Vermelho, Sintepe, Sindicato dos Bancários de SP, Universidade Livre Feminista, Blogueiras Feministas, CUT, Diário Grande ABC, Rede Abraço (Rádios Comunitárias), UITA, Observatório Social, CFemea, CTB, Transas do Corpo, UNE, União Brasileira de Mulheres, Fórum Social Mundial, MST e CNBB, além dos sites das FETAGs de todo país.

Veja a cobertura completa no site da CTB.

Nenhum comentário:

Postar um comentário