3 de mai de 2012

CTB Minas promove grande festa em Betim para homenagear os trabalhadores e trabalhadoras


Uma grande festa promovida pela CTB Minas marcou as comemorações do Dia do Trabalhador neste 1º de maio no Estado. Realizada em Betim, cidade operária da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), a festividade abriu a 24ª edição do Betim Rural, reunindo mais de 10 mil pessoas.
A festa teve início às 16h, com rua de lazer para crianças e praça de alimentação. Às 18h, o cantor Dinart abriu as apresentações musicais, que também contou com show da 
dupla Alan e Alex.
Foi um evento histórico, que reuniu pela primeira vez diversas entidades, como o Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região, Sindicato dos Professores de Minas Gerais (Sinpro Minas), Sindicato dos Vigilantes de Minas Gerais, Sindicato dos Trabalhadores no Comércio de Minérios e Derivados de Petróleo do Estado de Minas Gerais (Sitramico-MG), Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado de Minas Gerais (Fetaemg) e a Prefeitura Municipal de Betim.
“É com muita satisfação que a CTB Minas realiza esta festa junto à população e aos trabalhadores de Betim e região, que somente se tornou possível porque a Prefeitura de Betim tem uma administração com grande sensibilidade nas relações com a população, trabalhadores e com aqueles que constroem a riqueza deste País”, disse o presidente da CTB Minas, Gilson Reis.

Durante o ato político, Gilson Reis também falou do bom momento vivido pelo País, iniciado no governo Lula, em 2002, e agora com a presidenta Dilma Rousseff. “A presidenta Dilma disse que nós, trabalhadores e trabalhadoras, não podemos mais ficar submissos ao capital financeiro e aos grandes bancos, que têm obtido lucros exorbitantes com as altas taxas de juros. Por isso, precisamos reforçar a palavra da presidenta Dilma, porque ela enfrentará uma ofensiva muito grande por parte da mídia e daqueles que sempre lucraram com o capital financeiro”, alertou.
Protagonismo
A secretária nacional de Formação e Cultura da CTB, Celina Arêas, conclamou os trabalhadores e trabalhadoras para lutarem pela redução da jornada de trabalho, fim do Fator Previdenciário e por uma nova economia, que garanta mais dignidade à vida de todos. “A CTB conta com a participação de todos os trabalhadores e trabalhadoras na luta por uma vida justa, onde possamos ser os protagonistas dessa história”.
O vice-presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região, Gleisson Borges, afirmou que o Sindicato tem intensificado a luta para resguardar e ampliar e os direitos dos trabalhadores, reduzir a jornada de trabalho e para que o trabalho e o trabalhador sejam valorizados. “Esperamos avançar a cada dia mais para, no ano que vem, voltarmos aqui para comemorarmos o Dia dos Trabalhadores”.

O presidente da Fitmetal, Marcelino da Rocha, falou do orgulho de ser metalúrgico e de trabalhar em Betim, uma das cidades operárias mais importantes do País. Na sua opinião, para que o município continue avançando, é fundamental a continuidade do projeto político em curso. “Para derrotar aqueles que sempre pisaram na cabeça dos trabalhadores e do povo brasileiro, imprescindível a continuidade da atual administração e o apoio dos trabalhadores e da população betinense”.

Homenagem
Para Maria do Carmo, receber a festa do trabalhador foi uma grande alegria para Betim. Segundo a prefeita, os grandes avanços obtidos pelo município se devem aos trabalhadores e trabalhadoras, por meio da organização sindical. “Betim é uma cidade industrial que avançou muito nos últimos anos. Mas a luta é grande e precisamos avançar cada vez mais na melhoria das condições de trabalho e criação de novos postos de trabalho com carteira assinada”.
Em homenagem aos trabalhadores e trabalhadoras que morreram vítimas de acidentes no trabalho, foi feito um minuto de silêncio em memória do professor betinense Kássio Vinícius Castro Gomes, 39 anos, assassinado em dezembro de 2010, na faculdade em que trabalhava na capital mineira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário