19 de mai de 2012

Presidente nacional da CTB, Wagner Gomes participa da reunião do Pleno de Minas


A CTB Minas deu início, na noite desta sexta-feira, 18, à reunião do Pleno. O encontro, que terá continuidade neste sábado, 19, contou com a presença do presidente nacional da CTB, Wagner Gomes; do presidente da CTB Minas, Gilson Reis; e de dirigentes de todo o Estado.
Na oportunidade, Wagner Gomes anunciou que a CTB aumentou em 50% sua influência no País no último período, passando a representar 9% do total de trabalhadores sindicalizados – antes o percentual era de 6%. “Para uma central com pouco mais de quatro anos de existência, é um feito extraordinário”, comemorou.
O presidente nacional da CTB também falou dos desafios a serem enfrentados este ano. Segundo ele, os principais são a luta em defesa da produção e do emprego e as eleições municipais.
“Temos que intensificar a luta por mudanças na política econômica e pelo desenvolvimento da indústria brasileira e, ao mesmo tempo, eleger pessoas comprometidas com os interesses dos trabalhadores”, afirmou Wagner Gomes.
A defesa da unicidade e da contribuição também é outro desafio a ser enfrentado com afinco pelos dirigentes da CTB, disse Wagner Gomes. Para ele, a unicidade e a contribuição sindical são fundamentais para a sobrevivência e sustentabilidade do movimento sindical.
A análise das conjunturas internacional e de Minas Gerais foi feita pelo presidente da CTB Minas. Sobre a situação do Estado, Gilson Reis disse que, desde o início do mandato, o governador Antonio Anastasia tem feito apenas resolver os problemas deixados pelo seu antecessor, Aécio Neves. Para tanto, tem diminuído consideravelmente os investimentos na Saúde, Educação e na Segurança Pública.
Gilson Reis também citou os principais eventos promovidos pela CTB Minas este ano, como o Grito de Alerta em Defesa da Produção e do Emprego, com manifestação em frente ao Banco Central e debate sobre a desindustrialização na Assembleia Legislativa de Minas Gerais, na capital; as comemorações do Dia do Trabalhador em várias cidades do Estado, com destaque para a grande festa realizada em Betim; e a inauguração da nova sede da CTB Minas, mais ampla e confortável.
O presidente da CTB Minas também lamentou as mortes dos trabalhadores Claudiomar Custódio da Silva, 41 anos,  ex-diretor do Sindicato dos Trabalhadores na Indústria de Fogos de Santo Antônio do Monte (Sindifogos), e André Luiz da Silva, 37 anos, ocorridas em uma fábrica de fogos em Santo Antônio do Monte, no dia 8.
Para evitar que mais trabalhadores sejam vítimas de tragédias no trabalho, ele informou que a CTB Minas cobrou providências às autoridades e sugeriu a formação de uma força tarefa, com a participação do movimento sindical, para investigar os acidentes e adotar medidas preventivas. Em homenagem aos trabalhadores mortos, foi feito um minuto de silêncio.
Confira a cobertura fotográfica do primeiro dia da reunião do Pleno no Orkut e no Facebook da CTB Minas.

Nenhum comentário:

Postar um comentário