28 de mar de 2014

Presidente nacional da CTB participa de “rolezinho” em montadora de Betim

A série de visitas que a Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) tem feito a portarias de fábricas, instituições e empresas de todo o País, apelidada de “rolezinhos”, passou por Betim na última terça-feira (25) e contou com a participação do presidente nacional da Central, Adilson Araújo.

Acompanhado do presidente da CTB Minas, Marcelino da Rocha; do presidente do Sindicato, João Alves de Almeida; e de dirigentes de ambas as entidades, Adilson Araújo esteve na portaria da Fiat Automóveis, onde foi feita a panfletagem do jornal da CTB Minas.

“Iniciamos o ‘rolezinho’ nas fábricas no dia 29 de janeiro, em São Paulo, num posto do Banco Itaú que reúne 5 mil trabalhadores. Também estivemos na General Motors, em São Caetano do Sul (SP), e já temos uma agenda para visitar a planta da Ford em Camaçari (BA) e percorrer os estaleiros do Rio de Janeiro. Por ser um dos principais pólos industriais do País, que emprega milhares de trabalhadores, Betim não poderia ficar de fora”, disse Adilson Araújo.

O “rolezinho” nas fábricas, instituições e empresas, explicou, tem o intuito de garantir a permanência da CTB nos locais de trabalho e de manter o contato cotidiano com os trabalhadores. “A CTB é a central sindical que mais cresce no País. Esse fortalecimento está muito relacionado à atitude que a CTB vem tendo frente ao desafio de ser uma central literalmente enraizada entre a classe trabalhadora”, avalia.

Adilson Araújo acrescentou que o ambiente do local de trabalho é algo sagrado para o capital. Por isso, ter a oportunidade de dialogar, saber ouvir, levar e colher informações e se relacionar com os trabalhadores, de forma a se aproximar mais do seu dia-a-dia no local de trabalho, é uma necessidade objetiva e uma atitude contra a apatia que padece no movimento sindical.
           
“Para romper com essa apatia, estamos fazendo com que a CTB seja uma central efetivamente vinculada com os trabalhadores. E essa vinculação se dá através da permanência da CTB nos locais de trabalho, dialogando, levando informações, questionando, enfrentando os problemas do dia-a-dia, se contrapondo às investidas dos patrões, às práticas anti-sindicais, ao assédio moral e à grave incidência de doenças ocupacionais. Além disso, estamos fortalecendo, cada vez mais, a nossa organização por meio de investimentos em formação e qualificação para fazer com que o trabalhador se conscientize da necessidade da sua formação política e ideológica”, explicou.

Após a panfletagem, o líder da CTB conheceu as instalações do Centro de Atividades Técnicas do Trabalhador (CATT) – escola profissionalizante mantida pelo Sindicato – e participou da última reunião da diretoria da entidade na atual gestão.

Eleições sindicais

Na reunião, Adilson Araújo parabenizou a diretoria do Sindicato pela vitória obtida nas eleições sindicais. “Para a CTB, esse Sindicato compõe a fileira dos sindicatos mais importantes deste País, que estão ajudando a construir um projeto de central sindical inovadora, ousada, autônoma, independente e de estreita relação com as bases”.

Para ele, o novo mandato da direção reeleita tem de tudo para ser promissor. “Estamos muito confiantes de que o Sindicato, juntamente com a CTB, poderá avançar ainda mais nas conquistas, ajudar a romper barreiras e fazer valer a importância de garantir no processo de luta uma maior celeridade no atendimento da pauta trabalhista. Nesse sentido, a CTB não medirá esforços para fortalecer a unidade e os laços de solidariedade com o Sindicato e os metalúrgicos de sua base”.


Fonte: Departamento de Imprensa - Sindbet.

Nenhum comentário:

Postar um comentário