1 de dez de 2014

Expectativa de vida dos brasileiros sobe para 74,9 anos, diz IBGE


 
Números divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que, em 2013, a expectativa de vida ao nascer no Brasil, para ambos os sexos, subiu para 74,9 anos. A Tábua Completa da Mortalidade 2013, calculada pelo instituto, foi publicada na edição desta segunda-feira (1º) do Diário Oficial da União. A tabela mostra a expectativa de vida para todas as idades até os 80 anos.
 
A taxa apresenta um pequeno aumento em relação a 2012, quando a esperança de vida do brasileiro era de 74,6 anos. Mas, se comparada há dez anos, a expectativa de vida do brasileiro aumentou mais de três anos. Em 2003, era de 71,3 anos.
 
A unidade da federação com maior expectativa de vida ao nascer para ambos os sexos, em 2013, foi Santa Catarina, com 78,1 anos. Santa Catarina também foi o estado com maior esperança de vida para os homens (74,7 anos), e para as mulheres (81,4 anos). Juntam-se à Santa Catarina os estados do Espírito Santo, Distrito Federal, São Paulo e Rio Grande do Sul, cujas mulheres ultrapassaram a barreira dos 80 anos.
 
Em relação à mortalidade infantil, a maior taxa foi observada no Maranhão (24,7 por mil nascidos vivos), e a menor em Santa Catarina (10,1 por mil). A mortalidade na infância também é maior no Maranhão (28,2 por mil) e menor em Santa Catarina (11,8 por mil). A título de comparação, vale destacar que no Japão, para ambos os sexos, a esperança de vida ao nascer é de aproximadamente 83 anos, a mortalidade infantil é de dois óbitos por mil nascidos vivos e a mortalidade na infância é de três por mil.
 
Essas e outras informações estão nas Tábuas Completas de Mortalidade do Brasil de 2013. A pesquisa completa pode ser acessada na página do IBGE.
 
Fonte: IBGE

Nenhum comentário:

Postar um comentário