6 de mar de 2015

Março terá diversas atividades em Minas para marcar o Dia da Mulher



Mais que uma data comemorativa, o Dia Internacional da Mulher remonta a necessidade de refletir o papel das mulheres na sociedade e a constante busca pela igualdade de direitos. A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) nasceu envolvida com essa aspiração e se diferencia já no nome ao ser a única Central a demarcar o debate de gênero. A CTB-Minas cumprimenta as mulheres e soma-se na luta por mais participação política e ampliação das políticas públicas voltadas para as brasileiras.

Para marcar a data em Minas Gerais, a CTB participa das atividades que comemoram e debatem as questões femininas. No dia 8 de março (domingo), movimentos sociais e sindicais organizam a atividade “Pela ampliação do leque de direitos”, com concentração a partir das 10 horas na Praça Afonso Arinos, em frente à faculdade de Direito da UFMG. A intenção é realizar um bloco, com todas as participantes vestidas de lilas, para interação das bandeiras de luta com os frequentadores da tradicional feira Hippie em Belo Horizonte.






Já no dia 13, a CTB estará presente Ciclo de Debates Reforma Política, Igualdade de Gênero e Participação: O que Querem as Mulheres de Minas, promovido pela Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG). As inscrições para participar dos debates são gratuitas e podem ser feitas pelo Portal da Assembleia.

O evento começa às 9 horas. Na parte da manhã, o painel “Igualdade de gênero e reforma política: Um diálogo comparado sobre a construção da paridade política” terá a participação da deputada boliviana Susana Rivero Guzmán, que vai contar como a Bolívia conseguiu aumentar a participação feminina na política. Também participam desse painel a presidente do Superior Tribunal Militar, ministra Maria Elizabeth Guimarães Teixeira Rocha; a deputada federal Jô Moraes (PCdoB-MG); e a representante da Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político em Minas Gerais, Maria Amélia Souza Mendes.

Na parte da tarde, a partir das 14 horas, será realizado o painel “Reforma política e a representação das mulheres no Brasil: Desafios atuais e propostas elaboradas”. Participam desse painel a vereadora de Belo Horizonte Elaine Matozinhos; a coordenadora do Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre a Mulher (Nepem-UFMG), Marlise Matos; a presidente da Central Única dos Trabalhadores (CUT-MG), Beatriz Cerqueira; e a assessora da ONU Mulher, Benilda Regina Brito.

Redes sociais - Para estimular esse debate nas redes sociais, foi criada a hashtag #MaisMulheresNaPolitica. A ALMG está presente no Facebook, no Twitter e no YouTube.


Encontro CTB-Minas
Ainda no mês de março, a CTB organiza o III Encontro Estadual das Mulheres Trabalhadoras. O evento vai acontecer nos dias 27 e 28 de março, no sítio da Fetaemg. As inscrições podem ser feitas pelo e-mail da CTB-Minas: ctbminas@gmail.com

O tema do Encontro será Visibilidade para as Mulheres. Para a secretária de Mulheres da CTB-Minas, Alaíde Lúcia Bagetto Moraes, as mulheres representam a maioria da força de trabalho, mas continuam a receber salários inferiores aos dos homens. “Representamos maioria dos votos, no entanto ocupamos um número muito pequeno nos espaços políticos.” Alaíde diz que a intenção do Encontro é capacitar e empoderar as mulheres, dando visibilidade nas ações dentro da CTB.


Com informações ALMG


Nenhum comentário:

Postar um comentário