20 de jan de 2016

CASSINHO MOVE AÇÃO CRIMINAL CONTRA PRESIDENTE DO SINDICATO



A presidente do SINDSERP Érica Fernanda recebeu nessa quarta-feira (13/01) uma intimação de um processo criminal movido pelo prefeito Cássio Magnani contra ela por difamação. O processo se refere às muitas denúncias realizadas pelo sindicato no decorrer de 2015, principalmente durante o período de greve.

O processo exige retratação pelas matérias, isso é, o prefeito quer que o sindicato vá a público desmentir suas denúncias e informações divulgadas sob pena de prisão da presidente do órgão, sua representante legal.

Nessa situação o SINDSERP reafirma sua posição e se compromete a provar a veracidade de suas alegações. Diga-se de passagem, apesar de mover um processo, o prefeito não foi capaz de provar sua inocência de nenhuma das denúncias realizadas. Para que lembremos, o prefeito sofre o processo de CPI pelo desvio de aproximadamente 30 milhões dos cofres públicos, além de ter sido denunciado pelo próprio Ministério Público por formação de quadrilha e crimes fiscais.

Ao mesmo tempo em que o prefeito tenta calar não só o Sindicato, mas também jornais que ousam não se omitir sobre a grave situação da gestão do município, existem denúncias (como o da página SEMPRE NOVA LIMA https://www.facebook.com/NovaLimaSempre) de que a secretaria de comunicação vem promovendo uma guerrilha digital contra toda e qualquer pessoa que considere como adversárias do governo. Sem contar a aberta perseguição a servidores grevistas e aos diretores do Sindicato.

Para averiguar se existia envolvimento da secretaria de comunicação da prefeitura em tais ações difamatórias, o SINDSERP tentou, através da lei de acesso à informação, ter acesso aos perfis de facebook acessados pelos computadores da secretaria, mas o município se negou a dar esse acesso. Considerando que a prefeitura possui controle dos acessos através de seu programa de gerenciamento MAV, por que o secretário se nega a compartilhar tais informações?

O SINDSERP se manterá firme em sua missão de proteger o funcionalismo municipal e não se deixará intimidar pelo chefe do executivo que vem gerindo de forma tão suspeita nossa cidade ao mesmo tempo que tenta jogar a culpa da crise econômica sobre os servidores.

Fonte: SINDSERP

Nenhum comentário:

Postar um comentário