30 de jun de 2016

Temer Jamais! CTB-Minas engrossa coro pelo plebiscito popular

Entre o sonho e a realidade: o plebiscito como caminho  imediato da luta política



O poder emana do povo. Essa celebre frase constitucional deve ser a saída para barrar o golpe. A crise institucional promovida e incendiada pelos setores reacionários no Brasil poderá ser estancada com a recondução da soberania do povo: a consulta popular. Apoiar o plebiscito para que o povo brasileiro decida sobre a antecipação das eleições presidenciais é retomar o debate sobre qual caminho o país irá seguir. As propostas do governo golpista não tem apelo popular e a forma democrática de concluir isso é com a participação do povo.    

No idealismo poderíamos pensar que o retorno da Dilma e cumprimento do mandato seria a única saída para enfrentar os golpistas. No plano da realidade política o que temos é um cenário de disputa de votos no Senado e um Congresso conservador que deliberadamente conspirou para o impeachment. A crise política não será estancada com a votação dos senadores, seja qual for o resultado. Sem hegemonia as derrotas serão acumulativas.

O alvo principal dos golpistas são as conquistas dos últimos 14 anos. E sem a convocação da população brasileira para o debate, a decisão de ceifar os direitos sociais será dos golpistas por pelo menos mais um ano e meio. Não tenhamos dúvidas: o estrago do governo ilegítimo de Temer é incalculável. Não abdicamos da bandeira Fora Temer. Enxotar os golpistas é a primeira batalha dos movimentos populares. 

A mobilização social tem que apontar uma proposta a população que traga o dialogo democrático. As forças progressistas nunca fugiram desse debate com povo. Essa é uma grande diferença dos golpistas que não conseguiriam aprovação popular para os rumos que estão projetando ao nosso país.   

A CTB-MG acredita que a convocação do plebiscito é a saída para reconduzir a democracia no Brasil. 

#ForaTemer
#NãoAoGolpe
#PlebiscitoJá

Nenhum comentário:

Postar um comentário