30 de ago de 2016

"Com bravura inconteste, Dilma Rousseff resiste na defesa da democracia", diz Adilson Araújo


A presidenta Dilma Rousseff, consoante a sua biografia, segue firme acentuando que, sem crime de responsabilidade, qualquer motivação para o afastamento da presidência é golpe.
A presidenta é a prova inconteste da bravura e coragem e o seu pronunciamento é um fato histórico para República Federativa do Brasil. O legado de conquistas alcançadas no ciclo de mudanças serviu para colocar nossa nação em um outro nível no plano econômico, político e social. Mudaram nosso horizonte e nos colocaram em um novo patamar.
A sociedade aos poucos, e hoje mais ainda, vai dar conta do que está por trás do teatro que montaram em Brasília travestido de um processo de impeachment. Pois todo o mundo está perplexo com o golpe parlamentar em curso no país.

Adilson Araújo assiste à sessão no Senado: "Momento épico, sobretudo pelo que representa esta mulher de coração valente que resiste na defesa do estado democrático de direito"
Não podemos ter dúvidas de que tudo isso se deve à grave pretensão e ameaça de impor ao povo uma agenda indigesta, ultraliberal, que não tem outro objetivo senão sepultar a CLT, a Previdência pública, a Constituição Federal e nossa soberania.
A convite da presidenta, sigo com a comitiva acompanhando este momento épico, singular, sobretudo pelo que representa essa mulher de coração valente, que resiste na defesa do Estado Democrático de Direito, pela garantia da legalidade democrática e em respeito aos 115 milhões de eleitores que consagraram, através dos votos, a quarta vitória do povo brasileiro.
Adilson Araújo, presidente da CTB

Nenhum comentário:

Postar um comentário