18 de jan de 2017

Boulos é liberado; personalidades de todas as áreas se solidarizam com líder do MTST


O coordenador do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST), Guilherme Boulos, recebeu amplo apoio popular dos mais diversos setores da sociedade brasileira após ser preso nesta terça-feira (17), em São Paulo. Ele foi liberado da 49ª Distrito Policial no final da tarde de hoje. Boulos recebeu ativistas, defensores dos direitos humanos e políticos, como o vereador paulistano Eduardo Suplicy (PT).
Nas redes sociais, personalidades prestaram solidariedade ao líder do MTST, que foi detido pela polícia "por incitação à violência e desobediência civil" enquanto mediava uma reintegração de posse na zona leste da capital, conduzida com truculência pela Polícia Militar de SP e que desalojou 700 famílias, cerca de três mil pessoas, de uma área abandonada há mais de 40 anos.
A sua prisão foi para os trending topics do Twitter, e ficou entre os assuntos mais comentados do dia, com repercussão em todo o país. A maioria das mensagens destaca o direito à livre manifestação e denuncia a criminalização dos movimentos sociais.
"Em terra de ladrão de merenda, vai preso quem luta por moradia", escreveu Duvivier

Nenhum comentário:

Postar um comentário