2 de fev de 2017

Em contraponto ao desespero da chapa de oposição, Garra Metalúrgica recebe solidariedade de entidades sindicais em todo o Brasil

Uma nota de apoio à Chapa 1 Garra Metalúrgica - que concorre à reeleição no Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região - foi publicada no Jornal Super, veículo mineiro de grande circulação, nesta quinta-feira (02/02). A nota assinada pelas Centrais Sindicais Força Sindical, CSB, UGT e Nova Central é mais uma manifestação de solidariedade à Chapa 1, encabeçada pela CTB, que sofre ataques desequilibrados da chapa comandada pela CUT. Em meio à ameaças e tumultos armados por “bate-paus”, a eleição foi suspensa. O momento delicado que coloca em risco o histórico, democrático e representativo do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim é assistido com preocupação por diversas entidades nacionais.     



A militância se une em Betim em defesa da Chapa1 Garra Metalúrgica. Trabalhadores e trabalhadoras da Bahia, Rio de Janeiro, Pernambuco, Sergipe, São Paulo, Caxias do Sul, Carlos Barbosa , Minas Gerais, interior e capital para apoiar o sindicalismo classista, de representantes comprometidos com os interesses dos trabalhadores. Em contra posição à Cut que contratou torcida organizada e bate paus para soltar bombas nas imediações do Sindicato. Querem ganhar as eleições "no grito"!

O presidente da CTB, Adilson Araújo está em Betim e conclama o equilíbrio das lideranças da CUT para intervir no destempero da chapa 2. “No braço, ninguém vai levar. Os métodos fascistas aqui patrocinados revelam destempero, desequilíbrio e uma equivocada orientação por parte de um dirigente terceirizado que se diz estar agindo em nome da CNM CUT”, afirmou.

Adilson Araújo percorre portarias das fábricas em Betim junto com membros da Chapa 1 e apoiadores para diálogo aberto com metalúrgicos e metalúrgicas  




Veja aqui a mensagem gravada em vídeo pelo presidente da CTB-MG e também membro da Chapa 1 - Garra Metalúrgica: 



Nenhum comentário:

Postar um comentário