9 de abr de 2018

CTB Minas participa do ato em Defesa do Estado Democrático de Direito




Concentração teve início às 10h, na Praça Sete, e se estendeu até o final da noite de sexta-feira (6).




A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Minas aderiu ao ato em Defesa do Estado Democrático de Direito, na última sexta-feira (6), centenas de trabalhadores (as) foram a Praça Sete, na capital mineira, para manifestar seu apoio ao ex-presidente Lula.



Para a CTB Minas, o julgamento em tempo recorde do ex-presidente retrata o golpe de estado que é aplicado desde o impeachment de Dilma Rousseff, e utiliza a justiça brasileira como instrumento de perseguição política.




Prisão política 

O presidente da CTB, Adilson Araújo, o secretário-geral, Wagner Gomes, e o dirigente João Batista Lemos foram levar seu apoio a Lula e protestar contra mais este grave ataque ao campo progressista e popular.

"A prisão de Lula é política", sentencia Batista. "É com muita indignação que vejo isso. Vivemos um estado de exceção neste país". 



Para Araújo, a data é emblemática do dia em que se viu rasgar a constituição federal do país. "A prisão de Lula é levar à cadeia milhões de brasileiros. Convocamos todos a realizar uma vigília cívica em solidariedade ao melhor presidente da história de nosso país", diz Araújo. 

"As elites manobram o tanto que for necessário para prender um símbolo da luta de resistência de nosso povo", diz Wagner Gomes.

*Com informações da CTB nacional.



Veja fotos do ato.



























Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Assessoria de Comunicação (31) 3271-6673
E-mail: imprensactbminas@gmail.com
Curta a fan page facebook.com/ctb.minas




Nenhum comentário:

Postar um comentário