24 de abr de 2018

Professores municipais de Belo Horizonte são atacados por bombas e jatos d’água





Categoria cobra equiparação salarial prometida pelo executivo.


A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Minas repudia veementemente a ação violenta da Polícia Militar contra professores, crianças e famílias na tarde desta segunda-feira (23), em frente à prefeitura de Belo Horizonte.

Os professores das Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) da capital mineira realizaram, nesta manhã, uma manifestação no centro de BH. Eles reivindicam a equiparação salarial com os profissionais que trabalham nas Umeis do ensino fundamental.

A manifestação pacífica tomou as ruas do centro de Belo Horizonte, por volta de 12h a tropa de Choque da Polícia Militar chegou ao local, segundo pessoas presentes no local, os policiais soltaram bombas de gás lacrimogêneo e jatos d’água.

O Sindicato da categoria, Sind-Rede explicou que o salário de professor da Umei infantil é de R$ 1400, enquanto o professore da Umei do fundamental é R$ 2200. A entidade afirmou também que essa equiparação foi uma promessa do executivo.

Os professores iniciaram greve por tempo indeterminado.

A PMMG ainda não se manifestou sobre o caso.





*Fotos retiradas do Google.


Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Assessoria de Comunicação (31) 3271-6673
E-mail: imprensactbminas@gmail.com
Curta a fan page facebook.com/ctb.minas

Nenhum comentário:

Postar um comentário