14 de mai de 2018

Presidenta da CTB Minas participa de assembleia com os professores do Sinpro-SP





Valéria Morato falou sobre a importância de impedir que a Nova Legislação trabalhista seja implementada.


A presidenta da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Minas, Valéria Morato, participou no último sábado (9) de um ato na Câmara dos Vereadores de São Paulo. A categoria da educação está em campanha salarial, e o Sindicato tem realizado uma conscientização para a importância da Convenção Coletiva.

A líder sindical relatou como ocorreu a campanha salarial da categoria, em Minas Gerais. “Fiz um breve relato aos trabalhadores e trabalhadoras presentes sobre a ação do Sinpro Minas, relatei sobre as duas paralisações e os 10 dias de greve da rede privada de ensino do estado mineiro. A greve demonstrou que os professores e professoras vão se manter unidos e resistentes para a não implementação da reforma trabalhista”, disse Valéria Morato.



“É possível enfrentar esse desmonte do governo ilegítimo e essa afronta aos trabalhadores e trabalhadoras. Só a resistência e a unidade vão fazer com que os trabalhadores consigam vencer essa reforma trabalhista de forma que ela não seja aplicada”, concluiu a presidenta da CTB Minas.

A proposta enviada pelo Sinpro SP, em comum acordo com a categoria, prevê aumento de apenas 3%, diluídos em dois anos, além da inflação e participação nos resultados. A pauta propõe ainda o início da discussão de dois temas: hora-tecnológica e ampliação da licença maternidade.

De acordo com a diretoria do Sinpro SP, o sindicato patronal optou pelo litígio e pretende eliminar ou modificar 40% da Convenção Coletiva, rejeitou uma proposta conciliatória no Tribunal Regional do Trabalho (TRT) e inviabilizou a continuidade das negociações, rompendo uma tradição de diálogo que vinha sendo respeitada há muitos anos.


Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Assessoria de Comunicação (31) 3271-6673
E-mail: imprensactbminas@gmail.com
Curta a fan page facebook.com/ctb.minas



Nenhum comentário:

Postar um comentário