20 de jan de 2010

Antingidos pela mineradora Vale realizam encontro internacional







Organizações e movimentos sociais realizam, entre os dias 12 e 14 de abril, o Iº Encontro Internacional de Populações, Comunidades, Trabalhadores e Trabalhadoras atingidos pela política agressiva e predatória da companhia Vale do Rio Doce. O evento acontecerá no Rio de Janeiro.


A convocatório para o encontro é assinada por entidades sociais e sindicais brasileiras, do Canadá, Chile, Argentina, Guatemala, Peru e Moçambique. 
 


A Vale foi vendida em 1997, governo de Fernando Henrique Cardoso, por  R$ 3,4 bilhões. Segundo convocatória para o Iº Encontro de Atingidos pela Vale, os lucros desde aprivatização seriam de U$ 49 bilhões.




Os participantes Iº Encontro de Atingidos pela Vale querem denunciar as ações predatórias da empresa, como a poluição das águas, a destruição de aqüíferos, além da produção 657 milhões de toneladas de resíduos por ano.


Biomas importantes - o Cerrado e a Amazônia -  também são atingidos pelo que os manifestantes chamam de "extração nociva de bens naturais e destruição dos patrimônios culturais".


Os atingidos pela Vale também discordam do tratamento que a empresa dá aos trabalhadores e trabalhadoras. Eles pedem a reestatização da empresa, conforme aprovação em Plebiscito Popular, realizado em 2007.


Veja a íntegra da convocatória para o Iº Encontro Internacional dos Atingidos pela Vale: http://www.mndh.org.br/index.php?option=com_content&task=view&id=2039&Itemid=56



Um comentário:

  1. A estatização da vale é o moior crime de lesa-pátria.

    Os atingidos pela vale são todos os brasileiros,foi vendida a nossa casa sem nossa autorização.

    A vale e nossa!

    ResponderExcluir