18 de abr de 2011

Documento de criação do Coletivo Estadual de Mulheres da CTB Minas


As trabalhadoras e trabalhadores organizados na CTB Minas reuniram-se em Belo Horizonte, no dia 15 de abril de 2011, com o objetivo de formalizar o Coletivo Estadual de Mulheres. Mais do que uma ferramenta de fortalecimento da Central, o Coletivo pretende cumprir um dos princípios fundamentais da luta classista: ampliar a participação da mulher em atividades políticas e sindicais.

Apesar das evoluções e revoluções femininas por que já passamos, a mulher - independente de sua idade - ainda é vítima de preconceito e violência. Tais agressões são freqüentes, tanto no mundo doméstico quanto no ambiente de trabalho. Nos espaços públicos ou privados, essas agressões são de ordem física, psicológica e simbólica. Assim, reafirmamos a necessidade de estratégias cotidianas para a conquista da plena autonomia feminina, contestada no Brasil em diversas frentes.

A luta de classes e as questões de gênero são nortes políticos para as ações deste Coletivo. Estamos comprometidas e comprometidos com a transformação da sociedade brasileira, para que seja mais livre e igualitária. Com 853 municípios e quase 600 mil km², Minas Gerais tem na diversidade sua grande marca. Para alcançar legitimidade em todas as regiões do estado, o Coletivo Estadual de Mulheres da CTB Minas deve manter um ciclo de difusão e informação sobre as questões de gênero.

As trabalhadoras representam 52% da força produtiva no País. Segundo os indicadores sociais do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), elas possuem mais qualificação, acumularam mais tempo de estudos e ainda recebem salários 30% menores do que os homens. Com relação à Agenda da Classe Trabalhadora, o Coletivo Estadual de Mulheres da CTB Minas propõe lutar pela universalização da licença maternidade de 180 dias, aplicação integral da Lei Maria da Penha, Reforma Agrária com titulação da propriedade para a mulher, creche e escola públicas de qualidade e salário igual para trabalho igual, sem distinção de sexo.

Assinam as trabalhadoras e trabalhadores participantes do Encontro de Criação do Coletivo de Mulheres da CTB Minas.

Belo Horizonte, 15 de abril de 2011.

Nenhum comentário:

Postar um comentário