15 de abr de 2011

Renovada, futura direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim tomará posse neste sábado

Fonte: Alexandre Magallhães - Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas

A futura direção do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim, Igarapé e São Joaquim de Bicas será empossada neste sábado, 16, com o compromisso de lutar por democracia nas fábricas, pelo fim das jornadas excessivas de trabalho e por equiparação salarial, entre outros desafios que a categoria deverá enfrentar no próximo triênio (2011-2014). A solenidade de posse será realizada no auditório do Centro Administrativo de Betim, com início previsto para às 19h30.

Composta de 40 membros, a chapa Garra Metalúrgica obteve 98% dos votos válidos na eleição realizada em fevereiro e é encabeçada pelo metalúrgico João Alves de Almeida, 51, funcionário da Fiat Automóveis desde 1980, onde exerce atualmente a função de revisor de processo especializado. Ele integra a direção da entidade desde 1990. “Tivemos uma aprovação maciça nas urnas e, mesmo com todos os problemas que ainda temos a enfrentar, ficou demonstrada a confiança que a categoria deposita neste grupo para defender seus interesses”, afirma o futuro presidente.

Em nível nacional, Alves aponta como principal bandeira de luta da futura direção do Sindicato a defesa da “Agenda da Classe Trabalhadora”, aprovada durante o “Encontro Nacional das Classes Trabalhadoras”, realizado em junho passado, em São Paulo (SP). Neste sentido, a luta por redução da jornada de trabalho sem redução de salários e o empenho para que o governo brasileiro ratifique a Convenção 158 da OIT (Organização Internacional do Trabalho), que proíbe a demissão imotivada, e pela extinção do Fator Previdenciário, regra instituída no governo Fernando Henrique Cardoso para retardar o pedido da aposentadoria, terão destaque. “Esperamos ter toda a categoria ao nosso lado para levar adiante estas lutas que mobilizam atualmente não apenas os metalúrgicos de Betim e região, mas todos os trabalhadores brasileiros”, diz.

Do grupo que tomará posse neste sábado, cerca de 40% de seus membros vão exercer o mandato sindical pela primeira vez.

Nenhum comentário:

Postar um comentário