18 de mai de 2011

Trabalhadores da indústria de fogos do centro-oeste mineiro divulgam carta à população

Em greve desde a última segunda-feira (16/06), os trabalhadores da Indústria de Fogos de Santo Antônio do Monte, Lagoa da Prata e Itapecerica, no centro oeste mineiro, realizam um movimento massivo para ganhar o apoio da opinião pública.

A categoria pede reajuste de 12%, mais a concessão de uma cesta básica por mês, no valor de R$ 60. Confira a carta aberta à população, publicada nesta quarta-feira (18/05), pelo Sindicato dos Trabalhadores (Sindifogos):

Carta aberta à população de Santo Antônio do Monte


Nós, trabalhadores da Indústria de Fogos de Artifícios, a mais tradicional e importante atividade econômica do município, estamos em greve. Não porque queremos ou gostamos, mas pela falta de respeito e consideração por parte dos patrões.

Num momento de franco crescimento de toda a economia do País, eles nos oferecem o menor reajuste dos últimos 3 anos. Não aceitam nem discutir a nossa reivindicação de cesta básica mensal e insistem em manter somente a cesta básica de dezembro como o Papai Noel, mais pão duro que já vimos.



Além das pressões, boatos e mentiras alguns patrões ameaçam até violência, e uma diretora do sindicato patronal chegou ao absurdo de contratar segurança particular com enorme cão para intimidar os trabalhadores, talvez ela não confie nem na polícia.

Todos os homens e mulheres de bem de Samonte sabem que os planos da Indústria de Fogos tem uma dívida social enorme. É difícil uma família que em algum momento não tenha sofrido perda de entes queridos pela ganância de lucros.


As nossas justas reivindicações, que refletirão em melhorias e progresso para a cidade, são uma compensação modesta demais frente a décadas de exploração, insegurança e sofrimentos.

Mas a falta de sensibilidade, a intransigência, a ganância de vários patrões (nem todos) nos leva a enfrentar a dureza, a tensão e o sacrifício da greve. Não queríamos a greve, fomos forçados a ela.

Em defesa da nossa dignidade de trabalhadores. Em defesa do nosso sindicato. Em defesa das nossas famílias e de um futuro melhor.



PEDIMOS A TODOS OS CIDADÃOS DE SANTO ANTÔNIO DO MONTE O APOIO AO NOSSO MOVIMENTO.

Saiba Mais.

Redação: Verônica Pimenta - Jornalista CTB Minas
Fotos: Murilo Ferreira

Nenhum comentário:

Postar um comentário