2 de jul de 2013

Acordos de PLR fechados pelo Sindicato dos Metalúrgicos de Betim e Região este ano já beneficiam a mais de 30 mil trabalhadores

Mais de 30 mil metalúr­gicos já foram beneficiados com a Participação nos Lucros ou Resultados (PLR), neste ano de 2013, na base do Sindicato dos Metalúrgicos de Betim – entidade filiada à CTB Minas, que compreende também os municípios de Igara­pé e São Joaquim de Bicas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), e conta com aproximada­mente 47 mil trabalhado­res.
Na última semana, o Sindicato concluiu os acordos com a Fiat Automóveis, maior empresa da base, e algumas de suas principais fornecedoras, como a Comau Service, Denso Térmicos, Brembo e Tower Automo­tive. Isso significa que mais de 70% dos trabalhadores da região já têm acordos.
Fiat e Comau
O valor total do acordo deste ano ne­gociado com a Fiat e a Comau, de R$ 6.883,00, é 14,4% superior ao que foi conquistado no ano passado. A primeira parcela, de R$ 4.083,00, foi paga no dia 30 de junho. Para ter direito a receber o valor total da PLR os metalúr­gicos da Fiat e da Comau terão que cumprir na íntegra as metas de produção, assidui­dade e índice de qualidade (CPA).
O presidente do Sin­dicato, João Alves de Almei­da, destaca dois pontos po­sitivos na PLR deste ano com a Fiat e a Comau. “Além do aumento de 14,4% no valor, garantimos metas ‘mais hu­manas’, uma vez que, pelo acordo, os metalúrgicos não terão que trabalhar aos sá­bados e nem nos feriados”, destaca, lembrando que os empregados da Fiat também serão beneficiados com a isenção do Imposto de Ren­da nos valores da PLR até R$ 6 mil.
“Os metalúrgicos da Fiat merecem mais, sobretudo pelo empenho que fizeram no último ano e, também, se consideramos os lucros e resultados alcançados pela montadora. Temos certeza de que, se houvesse uma mobilização mais forte da parte dos metalúrgicos, o acordo poderia ter sido ainda melhor”, disse.
Tower Automotive
Na Tower Automotive, a PLR será de R$ 3.450,00, sendo a primeira parcela no valor de R$ 2.250,00, prevista para ser paga neste mês de julho. O valor restante, sujeito ao cumprimento das me­tas, será pago até 31 de janeiro de 2014.
O acordo aprovado foi considerado “positivo” pelo pre­sidente do Sindicato. “Além de retomar­mos o diálogo com a empresa - pois, em 2012, o acordo assinado não contou com a par­ticipação do Sindicato, o valor da PLR deste ano foi 15% maior que o acertado no ano passado”, acen­tua.
Denso Térmicos
Na Denso Térmicos, a PLR negociada entre o Sindicato, a Comissão de Trabalhadores e a empresa garantiu aos meta­lúrgicos uma PLR com valor 30% superior ao acertado no ano passado (R$ 4.050,00), desde que atingidas todas as metas previstas no acordo, sendo que a primeira parcela será de R$ 3.400,00.
Este é o maior acordo fe­chado até o momento entre as empresas fornecedoras de peças na categoria – o chamado setor automotivo. “Foi uma grande vitória, que se tornou possível graças ao trabalho do Sindicato e da Comissão de Trabalhadores, que contaram com apoio e mobilização dos emprega­dos da fábrica”, destaca o vice-presidente do Sindicato, Gleyson Borges.
Brembo
A PLR na empresa foi apro­vada em assembleia realiza­da no dia 24 de junho, garan­tindo aos metalúrgicos um valor total de R$ 4.570,00, após acordo negociado en­tre Sindicato, comissão de trabalhadores e empresa. O acordo deste ano tem valor 20% maior que o ne­gociado em 2012.
“A primeira parcela, de R$ 4 mil – valor maior que toda a PLR negociada no ano pas­sado – será paga no início deste mês”, destaca o diretor do Sindicato Jurandir de Oli­veira, que trabalha na fábri­ca. A segunda parcela, cujo valor está condicionado ao cumprimento total das me­tas, será paga até 31 de ja­neiro de 2014.
Até o início desta semana, o Sindicato fechou acordos de PLR, todos os aprovados em assembleias pelos trabalhadores, com empresas como: Denso Térmicos, Fiat Automóveis, Comau Service, LM Came, Lames, Metform, Magna, Metalúrgica JVA, PAM, Rossetti, Stola, Teksid, Silvendas, Eletrodata, Rodoeixo, Denso Rotantes, Inmeco, Rebarba Minas, Terex-Ritz, Rontam, Fundiligas, Novametais e Rodocicla.
Ainda estão em andamento as negociações com fábricas como: ABB, Mardel, Metalsider, SAE Towers, Sila do Brasil, Soldering, ZF, Metalúrgica União, Tekfor, Fornac e Maxtrac.

Fonte: Departamento de Imprensa Sindbet.
Edição e fotos: Eliezer Dias.

Nenhum comentário:

Postar um comentário