2 de jul de 2013

CTB se mobiliza e realiza atos em aeroportos de todo o País

As seções estaduais da CTB se mobilizaram nesta terça-feira (2) e realizaram manifestações nos aeroportos de diversas capitais brasileiras, com o propósito de dialogar com a sociedade e com representantes da Câmara dos Deputados a respeito das principais bandeiras de luta da classe trabalhadora.
A iniciativa da CTB visou fortalecer o momento de mobilização pelo qual passa o Brasil e alertar o Congresso Nacional e o governo para a importância de se avançar rumo a um novo projeto de desenvolvimento com soberania, democracia e valorização do trabalho.
Durante as manifestações, foi distribuída uma Carta Aberta aos parlamentares e à sociedade, com as bandeiras defendidas pelo conjunto das centrais sindicais e dos movimentos sociais. Clique aqui para ler a íntegra do documento. 
Em todas as cidades, os manifestantes também chamaram a atenção para o Dia Nacional de Lutas e Paralisações, marcado para 11 de julho, nos 27 estados da Federação e com a participação de todas as centrais sindicais e dezenas de movimentos sociais.
Na luta
São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre, Fortaleza e Salvador deram início aos protestos logo pela manhã desta terça-feira. Na capital paulista, cerca de 40 dirigentes sindicais se posicionaram em frente a um dos portões de entrada do Aeroporto de Congonhas. Com um carro de som, faixas, bandeiras e panfletos, os cetebistas procuraram explicar à população suas reivindicações e a importância de lutar por mais avanços para o país.
Onofre Gonçalves, presidente da CTB-SP, afirmou que tanto o governador Geraldo Alckmin, quanto o prefeito da capital paulista, Fernando Haddad, e a presidenta Dilma Rousseff têm muito a ouvir da classe trabalhadora. “Nós estamos aqui dando o nosso recado aos governantes, de forma ordeira a pacífica. No dia 11, com todas as centrais, certamente todos eles vão nos ouvir e analisar com mais atenção a pauta da classe trabalhadora”, disse.
Em Porto Alegre, a militância se posicionou próxima ao Terminal 1 do Aeroporto Salgado Filho. Cerca de 30 manifestantes se reuniram às 5h da manhã para dar início a uma caminhada rumo ao setor de embarque.
Em Fortaleza, cerca de 40 trabalhadores bancários, comerciários e da saúde, entre outras categorias, se mobilizaram no Aeroporto Pinto Martins a partir das 5h, para distribuir os panfletos com a Carta Aberta. Na Bahia, o ato aconteceu no aeroporto Luiz Eduardo Magalhães e reuniu cerca de cem sindicalistas, com destaque para a participação de metalúrgicos, comerciários, aeroviários e representantes do movimento estudantil. Os manifestantes fizeram a distribuição da Carta Aberta e de pimentas à população.
“Vamos apimentar o Congresso Nacional para colocar na pauta os projetos de interesse da nação”, destacou Walmir Santos, líder estudantil. Após o ato, os trabalhadores saíram em caminhada pelo saguão do aeroporto.
Fonte: Portal CTB. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário