21 de ago de 2015

Não vai ter golpe: Belo Horizonte parou em defesa da democracia


Uma aula de democracia e de bandeiras de luta foi dada na tarde desta quinta-feira (20) na capital mineira. Cerca de 12 mil pessoas tomaram as ruas do centro de Belo Horizonte para silenciar o golpismo e reforçar as exigências para mais direitos sociais e trabalhistas. A onda conservadora do Congresso Nacional também foi rechaçada pelos manifestantes que a todo momento gritavam “Fora Cunha”. O eixo do ato, “Tomar as ruas por Direitos, Liberdade e Democracia”, foi definido em organização conjunta dos movimentos populares, sindicais, estudantis e partidos políticos. Para mobilizar a classe trabalhadora, a CTB-MG esteve nas portas de fábricas, escolas, empresas e demais unidades de trabalho em todo o Estado.

A concentração dos manifestantes iniciou as 16horas na Praça Afonso Arinos, local que marca lutas históricas dos mineiros. Em seguida, seguiram em marcha pela Avenida Afonso Pena, chegaram à Praça Sete e prosseguiram até a Praça da Estação. 

Confira algumas fotos do grande ato: 








Nenhum comentário:

Postar um comentário