30 de mai de 2018

Petroleiros paralisam as atividades por 72 horas




Uma manifestação ocorre na porta da Refinaria Gabriel Passos, em Betim.



A categoria dos petroleiros que atuam na Refinaria Gabriel Passos (Regap), em Betim, realizam a paralisação das atividades por 72 horas a partir desta quarta-feira (30). De acordo com o Sindicato dos Petroleiros de Minas Gerais (Sindipetro-Minas), aproximadamente 90% da operação da refinaria está parada.




A Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB) Minas participa da manifestação na portaria da Regap. A categoria explica que a greve não é para criar desabastecimento, mas reivindicar condições ideais de trabalho. O presidente do Sindipetro, Anselmo Braga denuncia ainda a política de preços praticada pelo presidente da Petrobrás, Pedro Parente.


De acordo com o líder sindical, o presidente da estatal prioriza o petróleo brasileiro ao capital externo, o que contribui para o aumento dos preços dos combustíveis e gás de cozinha no Brasil.
Uma nova manifestação está prevista para sexta-feira (1º), em frente a Regap.




AULA POPULAR


 Na noite da última terça-feira (29), trabalhadores e trabalhadoras de diversas categorias se concentraram na Praça Sete, em Belo Horizonte, para realizar uma aula popular sobre o que é intervenção militar e ainda esclarecer a população os motivos pelos quais tantas categorias estão em greve.




Estiveram presentes lideranças sindicais dos correios, metroviários, petroleiros, bancários, professores, jornalistas, ente tantas outras categorias.




A presidenta da CTB Minas e do Sinpro Minas, Valéria Morato ressaltou a importância da unidade e da luta para a garantia dos direitos. “Os professores da rede privada de ensino sofreram um duro ataque aos seus direitos. O patronal propôs cortes de direitos que precarizariam ainda mais as condições de trabalho e renda da categoria. Após 10 dias de lutas, conseguimos reverter o quadro e saímos vencedores”, relembrou.





As lideranças afirmaram ainda que “mexer com uma categoria, é mexer com todas” e garantiram presença e unicidade nas lutas da classe trabalhadora.



Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil
Assessoria de Comunicação (31) 3271-6673
E-mail: imprensactbminas@gmail.com
Curta a fan page facebook.com/ctb.minas  




Nenhum comentário:

Postar um comentário